Site internacional do STJ agora traz informações em espanhol

​​A partir desta semana, o site internacional do Superior Tribunal de Justiça (STJ) estará disponível também na versão em espanhol. O portal, que já apresentava as opções em português e inglês, foi criado para as pessoas conhecerem mais sobre a atuação do tribunal no exterior. Com conteúdo simples e didático, e linguagem acessível, o site expõe um panorama do Judiciário brasileiro e informa sobre as atividades do STJ em suas relações com as cortes estrangeiras.

O presidente do tribunal, ministro João Otávio de Noronha, falou sobre a nova funcionalidade: "Trata-se de mais um canal de comunicação que, além de informar o público estrangeiro e brasileiro sobre a atuação internacional do STJ, permite uma troca contínua de experiências e boas práticas entre o tribunal e as cortes internacionais, o que repercute na qualidade da prestação jurisdicional".

Desde o início de sua gestão, o presidente tem investido em iniciativas pautadas nos protocolos de cooperação.

Segundo idioma n​​​o mundo

O site internacional pode ser acessado a partir de link no alto da página inicial do Portal do STJ. O projeto foi desenvolvido pela Assessoria de Relações Internacionais e pela Coordenadoria de Multimeios, da Secretaria de Comunicação Social, em parceria com a Coordenadoria de Infraestrutura, da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação.

Para o assessor-chefe de Relações Internacionais, Alfredo Leoni, a nova versão contribui para que um grupo maior de países – como os latino-americanos e a Espanha – tenha acesso ao conteúdo do site.

"A língua espanhola é falada por mais de 500 milhões de pessoas no mundo, sendo o segundo idioma com maior número de falantes, depois do chinês. Também é importante notar que o Brasil possui fronteiras com sete países dessa língua", afirmou Leoni.

As finalidades da página são dar transparência, ampliar o diálogo e estimular o intercâmbio de boas práticas e de jurisprudência com parceiros internacionais estratégicos. Entre outras informações, o site trata da colaboração jurídica entre países, dos acordos de cooperação e das convenções internacionais que norteiam as atividades do tribunal, bem como de sua participação em fóruns e seminários jurídicos.​

Fonte: STJ

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta