MP que amplia prazos para Plano de Mobilidade Urbana será debatida na terça

Divulgação/Governo de São Paulo
Transporte - metrô - passageiros mobilidade urbana vagão
Municípios sem plano aprovado não receberão recursos federais destinados a mobilidade

A medida provisória que muda regras e prazos do Plano de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/12), será debatida em audiência pública na terça-feira (10), na comissão mista que examina o texto. A MP 906/19 determina que os municípios obrigados a elaborar o plano deverão fazê-lo e aprová-lo até 12 de abril de 2021. O prazo anterior terminava em abril de 2019.

Os municípios que não tiverem aprovado seus planos até o prazo final ficarão impedidos de receber recursos orçamentários federais destinados à mobilidade urbana.

Para esclarecer detalhes sobre o tema, foram convidados:
– superintendente de Governança Regulatória da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Ana Patrízia Lira Ribeiro;
– economista-chefe do Departamento de Estudos Econômicos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Guilherme Mendes Resende;
– secretário de Advocacia da Concorrência e Competitividade do Ministério da Economia, César Mattos;
– diretor da Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), João Paulo Nemoto Sabino de Freitas;
– professor do Insper, Paulo Furquim; e
– professor da Fipe-USP, Eduardo Haddad.

Com a MP, municípios com mais de 20 mil habitantes e todos aqueles que integram regiões metropolitanas, regiões integradas de desenvolvimento econômico e aglomerações urbanas com população total superior a 1 milhão de habitantes deverão elaborar e aprovar um Plano de Mobilidade Urbana integrado e compatível com os seus planos diretores — e, quando couber, com os planos de desenvolvimento urbano integrado e com os planos metropolitanos de transporte e mobilidade urbana.

Esta é a segunda mudança no prazo. A lei original previa como limite abril de 2015. A Medida Provisória 818/2018, publicada em janeiro de 2018, já havia alterado este limite para abril de 2019.

A reunião será realizada às 14 horas, na sala 7 da Ala Alexandre Costa, no Senado.

O evento será interativo pelo e-Cidadania

Fonte: CÂMARA DOS DEPUTADOS

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta