Deputados aprovaram socorro a pequenos agricultores durante pandemia

Em plena pandemia, a Câmara dos Deputados adaptou seu sistema de votação em Plenário para viabilizar a tramitação de projetos que ajudaram no enfrentamento do novo coronavírus, que já vitimou mais de 190 mil pessoas no Brasil.

Com a maior parte de seus dispositivos vetados, o Projeto de Lei 735/20, do deputado EnioVerri (PT-PR) e outros, concedeu aos agricultores familiares um benefício especial e recursos para fomento da atividade, além de prorrogação de condições para o pagamento de dívidas. Trechos do projeto com menor impacto foram transformados na Lei Assis Carvalho.

Giordano Bruno Prates, Daiane Prado e Ednubia Ghisi
Agropecuária - plantações - agricultura familiar orgânica MST voluntariado (voluntários do projeto Marmitas da Terra colhem alimentos para produção e doação de marmitas)
Benefício foi destinado a pequenos agricultores

Além de agricultores, poderiam ter acesso os empreendedores familiares, os pescadores, os extrativistas, os silvicultores e os aquicultores.

Aquele que não tivesse recebido o auxílio emergencial poderia receber do governo federal o total de R$ 3 mil por meio de cinco parcelas de R$ 600,00.

Para estimular a produção, o projeto criava o Fomento Emergencial de Inclusão Produtiva Rural em valor de R$ 2,5 mil por unidade familiar.

Fonte: CÂMARA DOS DEPUTADOS

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta