Deputadas levam pautas de direitos humanos ao Congresso dos EUA

No final do mês passado, na semana de Carnaval, três deputadas visitaram o Congresso dos Estados Unidos para participar de reuniões com comitês que discutem assuntos de interesse dos negros, indígenas e trabalhadores, além de uma mesa redonda com o Comitê de Recursos Naturais da Câmara norte-americana.

Divulgação
Deputadas Érika Kokay, Fernanda Melchiona e Joênia Wapichana, durante visita ao Congresso dos Estados Unidos

A deputada Fernanda Melchiona (Psol-RS) se reuniu com integrantes de comitivas de mulheres, do movimento negro e da corte interamericana dos Direitos Humanos. Entre os assuntos, os dois anos do assassinato de Marielle Franco em 14 de março, um crime ainda não esclarecido.

“Levei essa luta que temos muito forte aqui no Brasil. Esse movimento já tinha feito manifestações nos Estados Unidos, em outros lugares, por justiça pra Marielle, assim como temas que dizem respeito ao racismo estrutural no nosso país”, disse a deputada.

Liberdade de imprensa
Já a deputada Erika Kokay (PT-DF) tratou da luta por liberdade de imprensa e expressão, direitos humanos e trabalhistas e ameaças crescentes à democracia. Ela destacou o convite feito por mulheres deputadas e defende a articulação de parlamentares. O encontro foi o primeiro passo para algo maior.

“Nós queremos construir uma rede com mais organicidade, com fluxos de informações ao receber essas informações, contribuir na perspectiva de denunciar violações de direitos e uma rede, com mais organicidade, de mulheres das Américas”, observou.

Direitos indígenas
A deputada Joênia Wapichana (Rede-RR) conversou com as deputadas americanas sobre violações de direitos indígenas no Brasil. Ela e a norte-americana Deb Haaland são as primeiras indígenas eleitas nos legislativos do Brasil e dos Estados Unidos. A deputada lembrou que no ano passado já houve um encontro de parlamentares indígenas da América Latina, em Lima, e agora a ideia é organizar um encontro mundial.

“Estamos com planos de fazer um segundo encontro de parlamentares indígenas, agora não somente da América Latina, mas a nível global, e a Deb com certeza será uma das convidadas”, disse Joênia Wapichana.

Foi a primeira vez na história que mulheres indígenas da América do Sul e da América do Norte se reuniram para colaborar e discutir estratégias para defender e proteger o meio ambiente, os direitos indígenas e lidar com as mudanças climáticas.

Fonte: CÂMARA DOS DEPUTADOS

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta