Comissão de Orçamento aprova segunda proposta sobre emendas impositivas

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Reunião Deliberativa Extraordinária
CMO aprovou a segunda de três propostas sobre emendas orçamentárias

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional aprovou há pouco outra proposta do Poder Executivo (PLN 4/20) que altera atuais leis orçamentárias em troca da manutenção de veto às emendas impositivas do relator-geral do Orçamento para 2020, deputado Domingos Neto (PSD-CE), e de comissões permanentes. Falta votar os destaques.

Por meio de votações nominais nas representações da Câmara e do Senado, 19 deputados e 7 senadores votaram a favor. Foram contrários 5 deputados e 1 senador. Não houve abstenções. Conforme o regimento, o presidente do CMO, senador Marcelo Castro (MDB-PI), não precisou votar.

Parecer do relator
O relator do PLN 4/20, deputado Cacá Leão (PP-BA), recomendou a aprovação do texto conforme apresentado pelo governo, em resposta a críticas ao Poder Legislativo feitas pelo presidente Jair Bolsonaro. Em complementação de voto, Cacá Leão rejeitou todas as sugestões apresentadas, algumas para ampliar a participação de deputados e senadores nas indicações de beneficiários.

Conforme o texto aprovado, a execução das emendas do relator-geral e das comissões deverá observar as indicações de beneficiários e a ordem de prioridade dos autores, mas somente no valor que exceder a programação original elaborada pela equipe econômica.

Nesta manhã, um grupo de parlamentares (contrários ao acordo ou aliados do governo) entregaram no Palácio do Planalto carta pedindo a retirada do PLN 4/20. Depois da CMO, o projeto deve seguir para análise de deputados e senadores em sessão conjunta do Congresso.

Mais informações a seguir

Fonte: CÂMARA DOS DEPUTADOS

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta