Câmara aprova MP que autoriza Ministério da Agricultura a prorrogar contratos de veterinários

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Ordem do dia para votação de propostas. Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia (DEM - RJ)
Deputados aprovaram prorrogação por dois anos de 269 contratos temporários

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (31) a Medida Provisória 903/19, que autoriza o Ministério da Agricultura a prorrogar, por dois anos, 269 contratos temporários de médicos veterinários que executam atividades de auditoria fiscal agropecuária. A MP tem validade até o próximo dia 15 de abril e será analisada ainda pelo Senado.

Os profissionais foram contratados em 20 de novembro de 2017, em processo seletivo público simplificado, para atuar na vigilância e inspeção de produtos de origem animal ou vegetal ligados ao comércio internacional, como carnes, em diversos municípios brasileiros.

Segundo o governo, a prorrogação dos contratos temporários terá um impacto orçamentário estimado de R$ 73,5 milhões, já previsto no orçamento de 2020.

Policiais do DF
O Plenário aprovou emenda do deputado Mauro Benevides Filho (PDT-CE) que permite a cessão de servidores da Polícia Civil do Distrito Federal a outros estados.

A iniciativa atende ao estado do Ceará, que pretende manter profissionais do DF para exercer cargos em comissão de secretário de Estado e de secretário de Estado-adjunto e equivalentes.

Segundo o parlamentar, o Distrito Federal enviou policiais civis para atuarem na força de intervenção deslocada para ajudar o estado em razão da recente greve de policiais que atingiu algumas cidades cearenses.

“Embora o convênio que viabilizou a ajuda possua prazo delimitado, o estado do Ceará solicita a permanência de servidores no exercício desses cargos na Secretaria de Administração Penitenciária”, afirmou.

A emenda altera a Lei 9.264/96, sobre regras para a carreira de policial civil do DF e cessão de seus integrantes.​

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Fonte: CÂMARA DOS DEPUTADOS

Use o Facebook para comentar e divulgar

Comentário

Deixe uma resposta